top of page

Instituto Projeto Preserva é selecionado para participar de dois grupos de trabalho do C20

O IPP vai fazer parte das discussões mundiais sobre meio ambiente em dois grupos de trabalho que reunem organizações da sociedade civil e movimentos sociais, acompanhando os trabalhos do G20.

 
Diretores do Projeto Preserva, Juliana Perdigão (dir) e Odilon Amaral (esq), vão representar o IPP no C20 - Foto: Ayrá Mendes

Na primeira quinzena de março, o Projeto Preserva recebeu a confirmação de que vai integrar dois dos 13 grupos de trabalho do C20: o GT3, sobre Meio Ambiente, Justiça Climática e Transição Energética Justa; e o GT4, sobre Comunidades Sustentáveis e Resilientes e Redução do Risco de Desastres.


O C20 (Civil 20) é um dos Grupos de Engajamento oficiais do G20, que fornece uma plataforma para que organizações da sociedade civil e movimentos sociais em todo o mundo expressem as aspirações das pessoas para os líderes mundiais do G20.


Em novembro de 2023, o Brasil assumiu a presidência do G20 e vai sediar em 18 e 19 de novembro deste ano, a cúpula que reúne as 19 maiores economias do mundo, mais União Africana e União Europeia. Dentro do G20, o C20 é uma garantia de que os líderes mundiais escutem as recomendações e demandas da sociedade civil organizada, buscando proteger o meio ambiente, e promovendo desenvolvimento social e econômico, além de direitos humanos e o princípio de não deixar ninguém para trás. 


Por meio de suas discussões, os Grupos de Trabalho têm a função de fornecer conhecimento especializado e responsabilizar os governos por seus compromissos; buscar resultados positivos para a sociedade como um todo; e promover meios financeiros eficazes e alocação de recursos para alcançar esses resultados.


As reuniões do C20 já começam agora, em março.


 

As nossas reportagens podem ser republicadas, desde que sem qualquer tipo de alteração e que seja citada a fonte. Deve constar o(s) nome(s) do(s) autor(es) da foto e/ou da reportagem, assim como o nome do Projeto Preserva e, quando possível, o link para a página em que o material foi publicado originalmente.


 


Se você ainda não assina a Veredas, a newsletter do Projeto Preserva, clique no botão abaixo. É de graça e ainda traz uma curadoria de artigos e publicações sobre meio ambiente e os biomas presentes em Minas Gerais: Cerrado, Mata Atlântica e Caatinga.


A Veredas foi lançada com o apoio do Centro Internacional para Jornalistas, ICFJ, e a Meta. É editada pelos jornalistas Juliana Perdigão e Odilon Amaral, que coordenam o Projeto Preserva.


Inscreva-se e recomende a todos que possam se interessar!



Comments


Commenting has been turned off.
Post: Blog2_Post
Veja também:
bottom of page